Diario

Brincando na neve…

Ontem tive muita pena

de não ser gato vadio.

Podia andar lá fora

a toda a hora

sem me importar com o frio.

Ia sozinho para a rua

sem ter de andar pela mão.

Trepava até ao telhado

para ver mais de perto a Lua!…

Mas hoje penso que não.

Gosto mais de ser quem sou

(sem saber caçar ratos nem miar)

desde que o pai me ensinou

a patinar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *