Banco de Recursos · Diario · Textos de Apoio

O Dia da Europa

A construção de uma Europa mais “forte”

Após a II Guerra Mundial, os países europeus ganham consciência da necessidade de se unirem de forma a consolidar as suas relações económicas. Assim sendo, as nações europeias criaram, em 1949, o Conselho da Europa, o primeiro passo para a cooperação entre os diferentes países.

Menina Catita e a Europa
A Menina Catita festeja o Dia da Europa

A 9 de Maio de 1950, Robert Schuman, ministro dos negócios estrangeiros francês apresentou a Declaração Schuman, um plano de cooperação entre a Bélgica, os Países Baixos, o Luxemburgo, a Itália e a República Federal da Alemanha.

Um ano depois, a 18 de Abril de 1951, estes seis países assinaram o Tratado de Paris que instituiu a Comunidade Económica do Carvão e do Aço, a CECA.

Formação da CEE
Evolução da construção da União Europeia

Aprofundadas as relações económicas entre os países europeus, o Tratado de Roma, a 25 de Março de 1957, determina o aparecimento da Comunidade Económica Europeia.

Ao longo dos anos, os diversos países da Europa foram integrando este “bloco”, tornando-o cada vez mais sólido. Em 1986, foi a vez do nosso país fazer parte da CEE.

Após a adesão à CEE, o nosso país começou a receber fundos, do Quadro Comunitário de Apoio, destinados a melhorar a economia de vida das populações. Em consequência, os portugueses aproximaram-se do nível de vida dos demais países da União Europeia apesar de, em algumas áreas ser, ainda, bem visível, o atraso do país em relação à média europeia. Nos últimos tempos, em virtude de deficientes politicas governativas, Portugal entrou num período de dificuldades económicas e sociais.

A 7 de Fevereiro de 1992, o Tratado de Maastricht altera o nome de CEE para União Europeia.

Formação da Europa
Evolução da construção da União Europeia

 

Mapa da Europa
União Europeia

Em 23 de Junho de 2016, os cidadãos do Reino Unido votaram a favor da saída do seu país da União Europeia. Em 29 de Março de 2017, o Reino Unido ativou o artigo 50.º do Tratado de Lisboa, notificando assim formalmente o Conselho Europeu da sua intenção de sair da União Europeia.

De momento, o Reino Unido continua a ser um membro de pleno direito da União Europeia, continuando a usufruir dos direitos e a ter as obrigações inerentes a este estatuto.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *