Diario

Hoje na História: Habemus Papa Português

Em 13 de Setembro de 1276, Pedro Julião, bispo português mas também médico e matemático, é eleito Papa com o nome de João XXI.

Pedro Julião Rebolo é mais conhecido como Pedro Hispano. Homem de Saber nas áreas da Medicina, Filosofia, Teologia e Matemática. Desta forma, temos Pedro Julião como nome de batismo, Pedro Hispano como académico e João XXI como Chefe da Igreja.

Iniciou os estudos na escola episcopal da catedral de Lisboa, tendo mais tarde estudado na Universidade de Paris tendo como mestres São Alberto Magno e, como colegas São Tomás de Aquino e São Boaventura. Estuda medicina e teologia.

Foi Professor na Universidade de Siena, tendo escrito obras notáveis como o Tratado Summulæ Logicales, manual de referência sobre lógica aristotélica durante mais de trezentos anos nas universidades da Europa.

Prova da sua vastíssima cultura científica encontra-se na obra De oculo, um tratado de  oftalmologia, que conhece ampla difusão nas universidades europeias.

Como teólogo, é autor de Comentários ao pseudo-Dionísio e Scientia libri de anima. Encontra-se por publicar a obra De tuenda valetudine, manuscrita em Paris, dedicada a  Branca de Castela, esposa de Luís VIII de França.

Antes de 1261, ano em que é eleito decano da Sé de Lisboa, Pedro Julião ingressa no sacerdócio. O rei Afonso III confia-lhe o priorado da Igreja de Santo André em Mafra em 1263, depois torna-se cónego e deão da Sé de Lisboa, tesoureiro-mor da Sé do Porto e Dom Prior na Colegiada Real de Santa Maria de Guimarães.

Após a morte de Dom Martinho Geraldes, Pedro Julião é nomeado Arcebispo de Braga pelo papa Gregório X, em 1273. Um ano depois, é nomeado cardeal-bispo com o título de Tusculum-Frascati, da diocese de Frascati, o que permite ao pontífice poder contar com os serviços médicos do sábio português. Regressa ao arcebispado de Braga, até ser nomeado o sucessor. De volta à corte pontifícia, Gregório X nomeia-o seu médico principal, em 1275.

A eleição de Pedro Julião, em conclave realizado em Viterbo, após a morte do Papa Adriano V, em 1276, decorre num período muito perturbado por tensões políticas e religiosas e com alguns cardeais a sofrer violências físicas.

É eleito Papa a 13 de Setembro e coroado a 20 de Setembro de 1276 com o nome de João XXI.

sarcófago de João XXI na catedral de Viterbo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *