Banco de Recursos

Doação do Condado Portucalense a D. Henrique

“Deu Afonso VI de Leão a D. Henrique, com sua filha em casamento, Coimbra (…) a Lamego. E fez-lhe a doação de todo o condado, cuja nomeação era condado portucalense, com a condição de que o conde o servisse sempre, fosse a suas cortes e a seus chamados. E lhe assinalou certa terra dos Mouros… Continue reading Doação do Condado Portucalense a D. Henrique

Banco de Recursos

A importância das Ordens Militares na Reconquista

“É (…) natural que os reis portugueses se servissem – para os auxiliar militar e administrativamente – das ordens militares, isto é, organizações de monges que estavam vocacionadas na luta contra os Muçulmanos. assim se destacam a Ordem dos Templários, a dos Hospitalários, a de Calatrava e a Ordem de Santiago. Todas elas se instalaram no… Continue reading A importância das Ordens Militares na Reconquista

Banco de Recursos

Daqui houve nome Portugal

A designação de Condado Portucalense provém de Portucale. O nome de Portucale foi inicialmente atribuído ao lugar da margem esquerda do Douro, onde se fazia a travessia do rio, junto de uma antiga e pequena povoação romana (Cale), que corresponde à atual cidade de Gaia. Mais tarde, uma nova povoação cresceu muito rapidamente na margem… Continue reading Daqui houve nome Portugal

Banco de Recursos

Um aventureiro da Reconquista

Chamavam-lhe Geraldo Sem Pavor. De facto, dizia-se que não tinha medo de nada. Tendo-se zangado com o rei D. Afonso Henriques, foi viver para a zona de fronteira entre os territórios cristão e muçulmano, a chamada terra de ninguém. Com o seu pequeno exército, constituído, em grande parte, por moçárabes, aterrorizou durante anos as populações mouras… Continue reading Um aventureiro da Reconquista

Diario

Tenho saudades do meu avô Manuel

Tenho tantas saudades de ti, avô! Das histórias que me contavas. Dos teus olhos a brilhar de emoção cada vez que me perguntavas ficaste bem? referindo-te à minha progressão académica. Dos teus olhos a sorrir de maroto quando me pedias para roubar sem a avó ver um pedacinho de boroa. Os diabretes, como dizias, não… Continue reading Tenho saudades do meu avô Manuel

Banco de Recursos

A conquista de Lisboa

Lisboa era, no século XII, uma das mais prósperas cidades comerciais muçulmanas. Em 1147, D. Afonso Henriques e os seus homens, com o apoio dos cruzados, puseram cerco à cidade. Os Muçulmanos, no entanto, não se renderam com facilidade. Durante quase quatro meses resistiram às investidas dos Cristãos. Entre outros estratagemas militares, os Cristãos recorreram… Continue reading A conquista de Lisboa