Amigos da Catita · Diario

Hoje também é dia dos Amigos

Eu tenho amigos. Bons amigos. Amigos que estão sempre comigo. Amigos que sabem ver-me mesmo sem me ver. Amigos que me dão colinho quando preciso e que me chamam atenção quando descarrilo! Sim, eu tenho desses amigos. Dos verdadeiros. E há um que me é muito especial pois acompanha-me desde sempre. A vida levou-o para o outro lado do Caminho em 1997 mas ele continua aqui comigo e posso dizer com toda a certeza que não há dia que não pense nele. Por isso, escrevo-lhe hoje…

Carlos. Tenho tantas saudades tuas. Das nossas gargalhadas. Das nossas aventuras…

De juntarmos todos os tostões muito contadinhos para nos inscrevermos num congresso de cerâmica medieval, em Tondela, e depois, porque estávamos completamente falidos, passarmos três dias a comer panados com pão, que tínhamos levado de casa!? Lembras-te!?

Tenho saudades das longas conversas ao telefone, naquele “tráfico” infindável de notas e apontamentos para os exames da faculdade? Sim, que no nosso tempo não havia estas modernices de internet e email!!!

Dos desabafos sobre dilemas do coração e das combinações de mentirinhas piedosas que ambos dizíamos aos nossos pais!?

Tenho tantas saudades de ti!

Da tua alegria contagiante, das piadas nos campos de escavação, da nossa cumplicidade nos momentos importantes da nossa vida.

Guardo comigo trabalhos que fizemos juntos. Que íamos publicar mas… estão ali… na minha caixa de recordações.

Guardo comigo memórias. Montanhas de memórias só nossas.

Lembras-te de fazermos a entrega da galinha preta ao S. Bartolomeu dos Mártires para obtermos informações sobre esta prática para o trabalho de Etnografia!? E de a galinha ter voado dentro do teu carro, deixando marcas que foram difíceis de explicar ao teu pai!?

Para os amigos de Viana eramos a Maria e o Zé dos cacos pois sempre que estávamos, as conversas andavam à volta da Arqueologia.

Nas minhas fitas académicas escreves-te: E haja castros que nós vamos lá tratar-lhes da saúde. E íamos!!!! Íamos a todos!!! Pois tínhamos uma ansia de aprender e de ser melhor que nos impelia para a frente.

Deus chamou-te cedo. Nem me quero lembrar desse dia… Podia descrevê-lo como se fosse hoje… Não quero. Tu estás sempre comigo. No meu coração. Também é por tua causa que o meu filho se chama Manuel. Por ti e pelo meu avô.

Sabes, já conheces a Menina Catita, certo!? Pois, no segundo livro de histórias, também lá estás! És um jovem responsável pelo restauro de um espaço magnífico. Sim, há uma personagem com o teu nome e que terá a tua expressão do olhar. Esses olhos de malandro!!! Espero que gostes, sim!?

Meu amigo de sempre e para sempre.

Remato com um verso que sempre me dizias quando estava assim mais tristonha:

No alto daquele monte

Vou construir um castelo.

Para tu me contemplares

como eu te contempe-lo!!!!

Como podia eu não dar uma gargalhada mediante tal poesia!

Até já Carlos!

5 thoughts on “Hoje também é dia dos Amigos

    1. Obrigado Rafael pelas tuas palavras. São de extrema importância para mim meu grande amigo! Obrigado por acompanhares a Menina Catita.

  1. Aninhas, lindíssimo!!
    Adoro.te, és uma grande mulher, mãe e ser humano excepcional.
    Identifico-me plenamente nessa tua dedicatória/texto/declaração de amor puro e verdadeiro numa amizade.
    Tive um melhor e grande amigo assim, sem tirar nem por.. :'(

    Continua!!!**
    Beijinhos.
    Dani

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *