Diario

Preciso de um abraço!

Preciso de um abraço. Apertado. Sentido.

Daqueles que nos reconstroem por dentro porque juntam todos os pedaços de nós.

Saí para a rua para procurar.

Olhei em volta. Entrei em lojas. Tentei achar.

“Não temos”, diziam.

“Não conhecemos”, garantiam.

Parei pensativa… Onde posso encontrar abraços?

Olhei para o lado novamente e vi,

sentado num banco, sozinho e triste,

um Humano como eu: só e abandonado

Perguntei-lhe: O que tem? O que aconteceu?

“Preciso de um abraço”, respondeu.

Aqui  tem! Dou-lho eu!!!

E aquilo que precisava, dando encontrei.

Feliz fiquei.

E o Humano ficou como eu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.